O Parque Tecnológico de Belo Horizonte (BH-TEC) publicou hoje, 13 de outubro, o edital de Licitação para Seleção de Parceiro Imobiliário Privado que desenvolverá a Fase II do projeto de expansão do Parque. O vencedor do certame deverá construir o primeiro dos cinco edifícios que compõem a Fase II do BH-TEC e garantirá, sob condições, o direito de construir os outros quatro.  O primeiro edifício terá 60mil m² de área construída, com 31mil m² de área bruta locável.  Esta área, mais de 10x maior que a do edifício atual, representará um grande salto na capacidade do Parque de receber empresas de inovação.

De acordo com o Diretor-Presidente do BH-TEC, Prof. Ronaldo Pena, o momento é de muita expectativa. “Trata-se da realização de uma etapa absolutamente essencial para o sucesso do empreendimento”, afirma.

 O edital de licitação e toda a documentação complementar estão disponíveis no site (www.bhtec.org.br). O prazo para recebimento de propostas encerra-se em 13 de novembro próximo.

Entenda a Fase 2 do plano de expansão

O modelo da licitação, expresso no edital e seus anexos, foi desenvolvido sob coordenação do BDMG. Considerando que o terreno pertence à UFMG, o parceiro privado selecionado no processo fará o investimento imobiliário no modelo BOT (build, operate and transfer). Cada prédio, uma vez construído será propriedade da Universidade, mas o parceiro terá a concessão para operá-lo por 30 anos, contados a partir da obtenção do alvará de construção. Após esse tempo, a posse será transferida à Universidade, que passará a operar o edifício.

O escopo da concessão consiste em cinco edifícios que totalizam uma área construída total de 207 mil m². A Fase II do BH-TEC está prevista para ser implantada em três ondas de construção. Nos prédios a serem erguidos, os empreendimentos de base tecnológica deverão ocupar, no mínimo 70% da área bruta locável, ficando os outros 30% para empresas de serviços.

Não houve propostas ao Edital para Seleção de parceiro imobiliário do BH-TEC

A Comissão de Outorga da Licitação do Parque Tecnológico de Belo Horizonte reuniu-se nesta quinta-feira, 03/12, após o encerramento do prazo para apresentação de propostas, com a presença de seus membros: Fernando Gonzaga Jayme (presidente), Ado Jório de Vasconcelos, Francisco Rodrigues dos Santos e Lucas Guerra Martins. Participou como convidado o Diretor- Presidente do BH-TEC, Prof. Ronaldo Pena. Constatada a inexistência de propostas, a reunião foi encerrada.

A Diretoria Executiva do BH-TEC iniciará estudos para avaliar as razões de empresas que manifestavam interesse, na fase de Consultas Públicas, não terem apresentado propostas no Edital. As Conclusões dos estudos serão levadas ao Conselho de Administração para eventual revisão de elementos do Edital.

Documentos

  Ata da comissão de outorga – 3/12/2015

 PRORROGAÇÃO DO PRAZO PARA APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS

 ATA DE RESPOSTAS AOS PEDIDOS DE ESCLARECIMENTOS SOBRE O EDITAL DE CONCESSÃO Nº. 001-2015

 00 Edital de Concessão

 01 ANEXO I – Masterplan

 02 ANEXO II – Estudo Preliminar Referencial

 03 ANEXO III – Requisitos Técnicos e Operacionais Obrigatórios para o Uso do Imóvel

 04 ANEXO IV – Plano de Negócios Referencial

 05 ANEXO V – Diretrizes para Elaboração da Proposta Comercial

 06 ANEXO VI – Modelos das Declarações e dos Compromissos Previstos no Edital

 07 ANEXO VII – Encargos da Concessionária

 08 ANEXO VIII – Sistema de Mensuração do Desempenho

 09 ANEXO IX – Condições de Elegibilidade de Inquilinos

 10 ANEXO X – Minuta de Contrato de Concessão

 11 ANEXO XI – Estatuto do Parque Tecnológico de Belo Horizonte

 12 ANEXO XII – Condições Indicativas de Financiamento de Longo Prazo

 13 ANEXO XIII – Minuta de Contrato de Garantia para Locação Compulsória de Área Comercial

 14 ANEXO XIV – Cartas de Conforto de Garantia de Locação

 15 ANEXO XV  – Contrado de Concessão de Uso entre UFMG e BH-TEC

 Modelo BH-TEC