Similaridade da expansão do Parque Tecnológico do Imperial College com o projeto de desenvolvimento do BH-TEC chama a atenção durante missão à Europa

Por 3 de novembro de 2016 Sem categoria Sem Comentários

 Assim como o edifício 2 do BH-TEC, o Translation & Innovation Hub do Imperial College tem divisão de áreas semelhante e foi desenvolvido por um parceiro imobiliário privado.

 Durante o mês de setembro, o Diretor-Presidente do BH-TEC, Prof. Ronaldo Pena, realizou uma missão na Europa com o objetivo de conhecer e entender como funcionam alguns ambientes de inovação renomados do continente europeu. Além da Conferência Internacional do IASP sobre Ambientes de Inovação, em Moscou, o Diretor-Presidente teve a oportunidade de visitar outros seis ecossistemas.

Durante a sua experiência na Europa, Pena destacou a relativa similaridade da expansão do Parque do Imperial College (Londres) com o projeto de desenvolvimento do BH-TEC, atualmente em licitação. O Imperial College, em seu novo campus de 10 hectares em White City, tem planejamento de obras para mais 15 anos. Alguns prédios com finalidade acadêmica, outros para moradias de estudantes de pós-graduação e, finalmente, o prédio do Translation & Innovation Hub, visitado pelo Diretor-Presidente. Este edifício, já pronto mas ainda não habitado por empresas, tem proposta arquitetônica muito similar à do próximo prédio do BH-TEC, cuja licitação para seleção do parceiro imobiliário encontra-se aberta.

No caso do Translation & Innovation Hub, estão reservados 3 andares para laboratórios molhados e outros 10 para laboratórios secos e escritórios. Enquanto as instalações básicas dos laboratórios e respectivas salas anexas foram acabadas, com pias, exaustores, proteção elétrica, bancadas e prateleiras, os andares para escritórios e laboratórios secos encontram-se terminados no modelo core & shell. Nestes andares, o plano é alugar meio pavimento ou o pavimento inteiro, para não haver perdas de espaço com corredores, em termos do aluguel a ser recebido. Existe, no andar térreo um espaço para incubação de startups.

Uma outra coincidência parcial com o projeto de desenvolvimento do BH-TEC é que o edifício foi construído por empreendedor imobiliário privado, com um sistema de garantia de aluguel pelo Imperial College.

Confira algumas imagens do Edifício:

Deixe uma Resposta